Arquivo mensal: julho 2015

Série Minha Canção Favorita, de Gorpa e Região – parte 6

Padrão

Buenas, galera! Eis a sexta e penúltima parte de nossa série! As duas últimas listas trarão 4 depoimentos cada. Nessa de hoje, temos as palavras do Joãozito (da BUP), que enviou duas músicas. A anterior, da Trupe, está na matéria passada. A de hoje é da banda ADOC, outra grande do Rock do bairro Santa Cruz! O segundo “depoente” é o blogueiro e estudioso da música Renilson Bail, também pela segunda vez. A citação é à excelente Disaster Boots. Na sequência, temos o guitarrista Lukas Almeida, que escolheu uma song da Dzarmy. O quarto colaborador de nosso quadro é o Gabriel, da Neanderdogs. Ele escolheu uma música da Futhärk, banda já mencionada anteriormente. Vamos aos depoimentos e aos vídeos, portanto!

JOÃO VITOR GOMES MARTINS, O JOÃOZITO (Vocalista da Bup & Roxetin)
Música: O TREM DA SANTA CRUZ
Banda: ADOC
Saudações! Bom, vou fugir à regra e de cara vou falar de duas músicas que, por sua vez, são de autoria de duas
bandas de Guarapuava as quais sou muito fã. A primeira banda é a ADOC. [O Blog inverteu os depoimentos. A outra música já foi citada na parte 5]. Sou super fã dessa banda pela sua mistura de ritmos  e originalidade. Banda das antigas do meu bairro, o Santa Cruz. A formação é o Duda (guitarra/voz), Andrezão (baixo) e o Andreos (bateria). Bom, o que posso dizer da música é que como vocês podem perceber fala da energia do Bairro Santa Cruz, grande reduto artístico de Guarapuava no qual nasceu a minha banda, a Bup & Roxetin. Em suma o Trem da Santa Cruz define, na medida em que navegamos em seus compassos, o dia-dia do Santa Cruz de forma poética e a melodia é linda. Vale a pena ouvir.

Se alguém quiser indicar um vídeo com qualidade melhor que esse que encontrei, por favor, indique-me, que troco aqui. Obrigado.

RENILSON BAIL (Blogueiro)

Música: HALLELUCINATE
Banda: DISASTER BOOTS
“Hallelucinate”: single de estreia da Disaster Boots, “Hallelucinate” é uma faixa eletromagneticamente pulsante
que leva o ouvinte a uma jornada sonora, na direção de alguma galáxia perdida. Contendo uma série de citações ao mundo do  Rock & Roll, aqui a letra é o grande destaque.
Eis uma versão ao vivo, já que tivemos a de estúdio publicada anteriormente.

LUKAS ALMEIDA (Guitarrista da DKrauz)
Música: MARCAS
Banda: DZARMY
A segunda música é Marcas, do Dzarmy. A única coisa que tenho a dizer é que, não só esta música, mas a banda por
inteira, é uma grande influência na minha vida, musicalmente falando. Qualquer pessoa que convive comigo sabe disso
Kkkkk…


GABRIEL RAMOS (Vocalista da Neanderdogs)
Música: WHEN THE TROLLS LEAVE THE ALONE
Banda: FUTHÄRK
Eu simplesmente tenho que escolher a “when the trolls leave the stones” da Futhärk. Eu nunca fui muito fã do
folk metal, sempre flertei um pouco mais com o folk punk ou celtic punk, mas desde a primeira vez que ouvi o som dos meus brothers ao vivo eu me tornei fã deles e não do estilo em si. Todos os arranjos vibram entre si e trazem um conjunto musicalmente lindo de se ouvir. Com “When the trolls leave the stone” minha paixonite aguda se transformou em amor declarado pelo som deles e mal posso esperar pra ouvir mais e saciar minha sede pelo lado pagão que existe em mim hahahah!

Sexta parte concluída, com a citação de 4 bandas importantes no cenário guarapuavano. Nesses tempos musicalmente monocromáticos, é bonito ver essa diversidade, aliada à qualidade das composições. São quatro estilos inteiramente diversos aqui representados, e bem representados, por gente que leva a música a sério, e que certamente merecia ser mais valorizada. Infelizmente, o estado de coisas em nosso país já não nos permite sonhar muito. Basta observar as músicas mais ouvidas pelas rádios do Brasil afora. Algo simplesmente se deteriorou em nossas mentes, desde o fim dos anos 80. Desejo muita força e garra para essa galera do rock levar o estilo adiante, com qualidade, inovação e, claro, mensagem, pois as letras são um ponto forte no rock. Especialmente no BROCK, celeiro de bandas que transformaram vidas.

Anúncios

Série Minha Canção Favorita, de Gorpa e Região – parte 5

Padrão

Saudações, galera!

Não, o blog não está completamente morto. Ainda temos 3 partes da série “Minha Canção Favorita” a serem publicadas, mais uma pequena matéria sobre o trabalho da Carine Nunes (que lançou um ótimo clip recentemente), e aí as postagens serão ainda mais esporádicas, por motivos pessoais (pós-graduação e produção de um livro). Mas vamos lá, que o rock não morre jamais, e pretendo terminar a publicação da série em 2015 eheh.

JOÃO VITOR GOMES MARTINS, O JOÃOZITO (Vocalista da Bup & Roxetin.)

Música: JÚPITER BLUES
Banda: A TRUPE DO DISCO VOADOR
Depoimento: Bom, não poderia deixar de falar dos meus amigos da Trupe. Junto com a Bup são as novas bandas surgidas no bairro Santa Cruz, formada por Luiz Gustavo (voz/guitarra), Lucas (baixo), Mariana (bateria/percussão), Mazepa (bateria/percussão), Dani (bateria/percussão) e Thiago (guitarra).

A Júpiter se destaca na minha opinião pela poética simples que mexe com o emocional da minha pessoa (hehe). Simples porque fala da amizade e não é qualquer amizade. O Júpiter era um cachorrinho muito esperto que encantava a república dessa turma antigamente, mas infelizmente teve sua vida ceifada pela ignorância humana. A beleza dessa música se dá na minha opinião, em sua completude tanto na melodia certeira e na letra honesta e lindamente bem escrita.

RENILSON BAIL (Blogueiro do Mr. Blues, que recentemente concluiu seu excelente TCC, “Do Fonógrafo ao Streaming”, que inclui entrevistas com bandas locais – a Cris, da 350ml, fez parte da banca. Clique em Artigo para ler)
Música: ABRAKADABRA
Banda: BUP & ROXETIN
Palavras: “Abrakadabra”: é um tanto complicado falar dela, mas… “há algo mais que essa gritaria”. Na primeira vez que ouvi essa música, imaginei um bando de zumbis anunciando que o Renato Russo tinha ressuscitado e estava gravando um tributo ao Raul Seixas. Aqui tem de tudo um pouco: crítica à superficialidade das novelas, alusão ao mago Aleister Crowley e um pé de inconformismo juvenil. Sensacional.

GIOVANE PILAR (Guitarrista da Desert Eagle)
Música: I FEEL MY SOUL BLAZING
Banda: INCEPTION
Palavras: eu gosto da I Feel My Soul Blazing do Inception, pra mim uma das melhores composições das bandas de Gorpa, tudo no lugar, o solo é muito bem feito, talvez uma mixagem melhor, mas fora isso é uma música muito foda mesmo, é uma que eu escuto com frequência.

ELIEZER KAILER (Guitarrista)
Música: PERISH
Banda: EMDROMA
Palavras: O que dizer quando quatro músicos realmente ”fudidos” em seus respectivos instrumentos encontram um vocal que canta basicamente tudo, drive, vocal limpo e gutural, e resolvem fazer um som viajante, com solos loucos, melodias quebradas, compassos imparem e muito peso?
O resultado é em minha opinião uma das melhores bandas da região. Acompanho o trabalho desses caras desde 2010, e sempre fico admirado em vê-los tocar, sou o primeiro a estar na frente do palco para berrar pedaços das letras de Forsake the Dark, Reality, Endless Circle e, é claro, Perish, sem contar os covers fantasticos de Adagio, Circus Maximus etc…
Resumindo em poucas palavras: “Excelentes Músicos + Rock Progressivo + Metal Pesado = EMDROMA!”

DANIELE KRAUZ (Vocalista / compositora / professora de canto)
Música: VENUS IN FURS
Banda: DISASTER BOOTS
Palavras: Vou mandar mais um voto pra Venus in Furs, da Disaster Boots. O vocal me impressionou de cara, gostei da letra e o refrão é positivamente grudento.